Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/01/18 às 18h06 - Atualizado em 30/10/18 às 11h07

Brasília receberá Congresso Internacional Cidades Lixo Zero

COMPARTILHAR

No ano em que o Governo de Brasília fechou definitivamente o maior lixão da América Latina, o Lixão da Estrutural, a capital federal receberá o Congresso Internacional Cidades Lixo Zero, entre os dias 5 e 7 de junho, realizado pelo Instituto Lixo Zero Brasil (ILZB) com o apoio da Secretaria de Meio Ambiente do Distrito Federal (SEMA-DF).

 

Na manhã desta quarta-feira (24) o secretário de Meio Ambiente do Distrito Federal, Igor Tokarski, participou, junto com o presidente do ILZB, Rodrigo Sabatini, de audiência com o ministro de Meio Ambiente, José Sarney Filho, para tratar do evento que trará para Brasília 12 gestores de cidades de diversos países que adotaram a política do lixo zero, além dos maiores especialistas do mundo em programas de conscientização e educação, redução e reuso, reciclagem, compostagem e políticas públicas.

 

“Trabalhamos arduamente para fechar o Lixão da Estrutural e garantir a inclusão dos catadores e a criação de um sistema de coleta seletiva eficiente e eficaz. Ter, em nossa cidade, especialistas para debater o assunto e trazer novas possibilidades é mais do que oportuno agora que finalmente fechamos esta chaga no meio do coração do país”, explica Igor Tokarski.

 

O Congresso acontecerá no Centro de Convenções Ulysses Guimarães e apresentará as melhores práticas dos cinco continentes com as mais avançadas tecnologias em gerenciamento de resíduos, gestões inovadoras, avaliação do sistema tributário nacional em relação ao resto do mundo e soluções economicamente atraentes, que vão ao encontro da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) com responsabilidade e eficiência.

 

Segundo o ministro, o evento será uma oportunidade estratégica de fortalecer a PNRS. “Essa é uma iniciativa louvável. Está mais do que na hora de cumprirmos a lei dos resíduos sólidos nos municípios e tornar a pauta atrativa também para o setor privado”, destacou. Sarney Filho também colocou a equipe técnica da pasta a disposição para participar dos painéis e workshops do Congresso.

 

O público alvo do evento são prefeitos, legisladores, gestores públicos, universidades, empresários e empreendedores, indústria, comércio, especialistas e sociedade civil. “Queremos mostrar a esses gestores que é possível transformar o município deles em uma cidade lixo zero e com isso passar a ter mais recursos para investir em outras áreas da gestão pública, como saúde e educação”, explica o presidente do ILZB, Rodrigo Sabatini.

 

Nos três dias de eventos serão realizados workshops sobre como construir participação popular para o lixo zero, como solucionar o problema de resíduos sólidos com compostagem, gestão pública de resíduos sólidos para o lixo zero, como envolver os catadores para caminhar rumo ao lixo zero e coleta seletiva porta a porta.

 

Além do secretário de meio ambiente do DF, Igor Tokarski, e do presidente do ILZB Rodrigo Sabatini, participaram da reunião com o ministro Sarney Filho a diretora de qualidade ambiental e gestão de resíduos, Zilda Veloso, e os membros do ILZB Kadmo Cortes e Maurício Gomes.