Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/06/17 às 19h17 - Atualizado em 30/10/18 às 11h16

Ceilândia se mobiliza pela Virada

COMPARTILHAR

Notícias

Comitê criativo local da Virada do Cerrado para 2017 foi restabelecido para edição das atividades este ano. A criação do Parque do Setor O é o principal sonho da comunidade

(Brasília, 26/6/2017) – O Comitê Criativo Local da Ceilândia foi restabelecido e já se prepara para propor atividades na Virada do Cerrado 2017, que será realizada em setembro. Participaram da reunião 15 representantes de nove instituições: Rede Jovem de Expressão, Rede Urbana de Ações Socioculturais (Ruas), Escola da Natureza, Festival Rock Ecologia, Centro de Preservação e Conservação Ambiental (Cpcam), Rede Social de Ceilândia, estudantes do curso de ciências ambientais da Universidade de Brasília (UnB) e da Regional de Ensino da Ceilândia.

O Comitê Criativo da Virada do Cerrado é integrado por representantes das organizações não governamentais ambientais e das comunidades, representantes do governo engajados na iniciativa, representantes das administrações regionais. É um espaço de criação, organização e produção do programa por todos os seus integrantes.

Os comitês locais são organizados por regiões administrativas para realizar atividades em cada uma das cidades ou comunidades do Distrito Federal. Já são 12 os comitês locais em funcionamento para a edição da Virada deste ano. Em 2016, esses comitês foram criados e cada região administrativa do DF mobilizou seus parceiros no planejamento e participação nas atividades da Virada.

O principal sonho da comunidade é a criação do Parque do Setor O. “Eles querem fazer uma caminhada no local para chamar a atenção das autoridades e até da própria população”, informou a subsecretária de Educação e Mobilização Socioambiental da Secretaria do Meio Ambiente (Sema-DF), Gabriela Barbosa Batista.

A ambientalista destacou que o objetivo da reunião na Ceilândia foi fazer com que os participantes “sonhassem” com as atividades que podem ser desenvolvidas na cidade durante a Virada. “Sonhar”, nesse caso, é parte da metodologia Dragon Dreaming para planejamento participativo. É um sistema integrado e um método para a realização de projetos criativos, colaborativos e sustentáveis. “Surgiram propostas para realizar feiras de ciências, atividades culturais e de educação ambiental com jovens nas escolas”, explicou Gabriela, ao avaliar o resultado da reunião com as instituições daquela região administrativa.

Para a diretora-presidente do Cpcam, Ivanete Silva dos Santos, a população merece ter um parque porque é a cidade com mais habitantes no Distrito Federal. “Precisamos de uma área de equilíbrio entre o homem e a natureza para realizar atividades de lazer e educação ambiental”, afirmou. “É importante a preservação da área verde do local para o enfrentamento da crise hídrica”.

Os integrantes do comitê vão agora colocar os sonhos no papel para a próxima reunião. “O planejamento das atividades será sistematizado no próximo encontro: quem vai realizar? Quando? Como?”, exemplificou a gestora. Gabriela avisou que a Sema-DF irá entregar para cada região administrativa um pacote que inclui ônibus, uma tenda, lanches, um computador, data-show e um telão para a realização das atividades.  Os interessados devem procurar a Subsecretaria de Educação e Mobilização Socioambiental da Secretaria do Meio Ambiente pelo telefone 3214-5621 ou pelo e-mail viradadocerrado@gmail.com para saber se existe um comitê criativo local na sua região.

Próximas reuniões dos comitês criativos locais:

27/6/2017 – 14h30 – Gama – Sesi

27/6/2017 – 15h – Paranoá – Administração Regional

28/6/2017 – 9 h – Sobradinho – Administração Regional

28/6/2017 – 10h30 – Sobradinho II – Administração Regional

28/6/2017 – 14h30 – Lago Sul – Secretaria do Meio Ambiente

29/6/2017 – Guará – Espaço Urbanus

4/7/2017 – Lago Norte – Administração Regional

Leia mais:

Virada será evento preparatório do Fórum Mundial da Água

Grilagem de terras é o maior problema ambiental do DF

Virada realiza oficina sobre água virtual e pegada hídrica

Virada começa com debate sobre uso da água

Mais informações:

E-mail: comunicacaosema@gmail.com

Telefone: (61) 3214 – 5611

Presidente do Ibram, Jane Vilas Bôas (terceira da esquerda para direita) e secretário do Meio Ambiente, André Lima (centro) entregaram o projeto do parque para a população de Ceilândia no ano passado. Foto: Anna Cléa Maduro/ Assessora de Imprensa do Deputado Reginaldo Veras.