Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/08/20 às 14h09 - Atualizado em 26/08/20 às 15h41

Curso capacita profissionais para combate a incêndios florestais

COMPARTILHAR

 

A segunda etapa do curso de Sistema de Comando de Incidentes, o CSCI/Básico teve início ontem (25). O curso capacita oficiais e servidores dos órgãos do GDF que atuam no combate aos incêndios florestais, para o uso padronizado de ferramentas durante as ocorrências.

 

A iniciativa articulada pela Sema e aplicada pelo Corpo de Bombeiros do DF, apresenta aos oficiais, praças e candidatos de outras instituições uma ferramenta de gerenciamento de incidentes padronizada para todos os tipos de sinistros, que permite a seu usuário adotar uma estrutura organizacional integrada para suprir as complexidades e demandas de incidentes únicos ou múltiplos, independente das barreiras jurisdicionais.

 

A primeira etapa foi realizada na semana passada. Nessa segunda fase são ministradas aulas práticas e aplicada prova teórica nas instalações do Grupamento de Proteção Civil – GPCIV, em Taguatinga (DF).

 

As atividades presenciais seguem todos procedimentos de segurança para evitar a contaminação pela COVID-19.

 

Por conta da pandemia, as aulas teóricas na semana passada foram realizadas em ambiente virtual, pelo sistema EAD.

 

O curso tem a duração de 20 horas. No total 30 servidores das instituições parceiras que atuam na execução dos trabalhos de prevenção e combate estão sendo capacitados: Brasília Ambiental, Zoológico, Jardim Botânico, Ibama, ICMBio, Polícia Militar do DF, Defesa Civil, Aeronáutica e Escola Superior de Guerra.

 

“O curso é essencial para quem trabalha diretamente com incidentes de qualquer dimensão. No nosso caso, o curso é voltado para capacitar os servidores a aplicar estratégias de melhor resposta e organização operacional para o combate aos incêndios florestais de grande proporção no DF”, informou a assessora técnica da Sema para o PPCIF, Carolina Schubart.

 

De acordo com ela, normalmente são realizados dois cursos por ano, capacitando em média 60 profissionais. No entanto, com o isolamento devido a pandemia, só foi realizado um curso até o momento.

 

A capacitação faz parte das ações do Plano de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (PPCIF), coordenado pela Sema e executado por parceiros. Para a realização das ações, o governo do DF, liberou R$3 milhões destinados a contratação de 148 brigadistas. Foi publicado em abril o Decreto 40.614/2020 declarando estado de emergência ambiental no DF, com relação aos incêndios florestais que acontecem entre os meses de abril e novembro. Também foram realizados aceiros mecânicos nas unidades de conservação.

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria do Meio Ambiente