Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/04/15 às 20h28 - Atualizado em 30/10/18 às 11h44

“Recupera Cerrado” oferecerá experiência para preservar mananciais

COMPARTILHAR


Notícias

 


GT Recupera Cerrado vai mostrar experiência para preservação de nascentes

Portaria prevê produção de subsídios para políticas públicas de conservação de mananciais


Brasília, 14 – O Grupo de Trabalho Recupera Cerrado mobiliza instituições sociais e governamentais para iniciar sua estruturação,  e tem como primeira missão reunir atores e informações para a recuperação do bioma no Distrito Federal, até o dia meados de junho próximo. Depois de criar o GT por portaria, o secretário do Meio Ambiente, André Lima, tomou a iniciativa de oferecer  espaço à participação parlamentar.

Criado em março, a iniciativa reúne 21 entidades do governo do Distrito Federal, da UnB, do Governo Federal e da sociedade organizada. A portaria levou em conta  “o acúmulo técnico de experiências da sociedade civil e das instituições governamentais que atuam  na recuperação ambiental do DF, em especial nascentes e matas ciliares”.  E prevê a realização de seminário sobre o tema para reunir experiências em recuperação do cerrado para gerar subsídios técnicos, jurídicos e políticos.

O grupo submeterá à sociedade propostas de mudanças na legislação e na formulação de política pública sobre o tema. A assinatura da portaria, aconteceu no dia 21 de março durante a comemoração da produção do primeiro 1 milhão de mudas do Projeto São Bartolomeu Vivo. Estão entre os participantes o Ipoema, Funatura, Instituto Federal Brasília (IFB), Fundação Banco do Brasil, Instituto Sociambiental (ISA), Mutirão Agroflorestal, Centro de Recuperação em Conservação da Natureza e Recuperação de áreas Degradadas (CRAD) da Unb, Rede Terra, Rede de Sementes do Cerrado, WWF Brasil, UICN.

O secretário do Meio Ambiente, André Lima convidou ainda, em recente audiência na Comissão de Meio Ambiente da Câmara Legislativa os parlamentares para integrarem o grupo interinstitucional. “São organizações que fazem o plantio de mudas há mais de 15 anos e vão repassar essa experiência”, assinalou.

André Lima salientou aos parlamentares que é preciso aperfeiçoar a gestão dos recursos hídricos no Distrito Federal com as práticas de preservação e recuperação dos mananciais. “Estamos investindo muito para buscar água na bacia do vizinho. Precisamos trabalhar para desenvolver a recuperação dos mananciais para oferecer água à população”, concluiu.

Foto: Ipoema – Institucional