Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/03/20 às 17h24 - Atualizado em 16/03/20 às 17h25

No Dia Nacional da Conscientização sobre Mudanças Climáticas, Sema reforça o comprometimento no combate à crise do clima

COMPARTILHAR

 

 

A mudança climática é um dos maiores desafios do nosso tempo. Seus impactos, que afetam desde a produção de alimentos até o aumento do nível do mar – aumentando o risco de inundações catastróficas – têm desestabilizado as sociedades e o meio ambiente de uma maneira global e sem precedentes.

 

Quase todas as atividades humanas resultam no lançamento de gases de efeito estufa. Os equipamentos de refrigeração e climatização, por exemplo, em sua maioria, lançam hidrofluorcarbonetos (HFCs); e o uso de combustíveis fósseis, como o diesel, acarreta na liberação de dióxido de carbono (CO2).

 

Para refletir sobre o impacto desses e outros poluentes sobre o clima no planeta, foi criado o Dia Nacional de Conscientização sobre as Mudanças Climáticas, celebrado no dia 16 de março.

 

A Secretaria do Meio ambiente do Distrito Federal (Sema) destaca a importância da data, lembrando o comprometimento da pasta com o tema e a sua disposição de tornar o Distrito Federal um modelo em práticas ambientais de excelência.

 

A data foi estabelecida pela lei nº12.533/2011 para viabilizar debates e mobilizações em torno de alternativas mais sustentáveis para as mais diversas áreas. Foi em 16 de março de 1998 que se abriu o processo de reconhecimento ao Protocolo de Kyoto, tratado internacional articulado para levar países desenvolvidos a reduzir suas emissões de gases do efeito estufa, especialmente CO2.

Consequências e soluções

 

Ao lado da queima de combustíveis fósseis nos meios de transporte e na geração de energia, o desmatamento é considerado um dos grandes responsáveis pelo aquecimento global. Isso acontece porque as árvores capturam o CO2 do ar e, consequentemente, aumentam sua qualidade.

 

Temperaturas extremas, tempestades e/ou secas intensas, desgaste e empobrecimento do solo, elevação do nível do mar e derretimento de geleiras são alguns dos reflexos das mudanças climáticas. O desequilíbrio ambiental causado por esse efeito e a baixa cobertura vegetal são fatores que interferem na fauna e na flora.

 

Alguns hábitos podem contribuir para reverter este cenário, como o consumo consciente e a preferência por produtos e serviços mais sustentáveis. Cabendo a cada cidadão fazer algo pelo planeta.

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria do Meio Ambiente