Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/07/20 às 19h42 - Atualizado em 10/07/20 às 12h11

Obras do Complexo de Reciclagem do DF serão concluídas este mês

COMPARTILHAR

O Secretário de Meio Ambiente, Sarney Filho, que vistoriou os galpões do Complexo de Reciclagem do Fistrito Federal nesta quinta-feira, anunciou que a obra física está praticamente concluída, devendo ser entregue até o final do mês.

 

“Em breve, após os ajustes para a instalação dos equipamentos, a Central estará funcionando. Os três galpões, de triagem, reciclagem e o de comercialização irão gerar mais de 750 postos de trabalho para os catadores de materiais recicláveis”, afirmou o secretário.

 

A Secretaria de Meio Ambiente (Sema) é responsável pela execução do contrato com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

 

A execucão da obra está a cargo da Companhia Urbanizadora de Brasília (Novacap). Já o Serviço de Limpeza Urbana (SLU), junto a cooperativas e associações de catadores, será responsável por gerir e operar os espaços.

 

A visita de Sarney Filho foi acompanhada pelo fiscal da obra, Luiz Rogério Pinto Gonçalves, da Novacap, e pela assessora especial, Elisa Meirelles, da Subsecretaria de Gestão das Águas e Resíduos Sólidos da Sema.

 

Composto por duas Centrais de Triagem e Reciclagem (CTRs) e uma Central de Comercialização (CC), o complexo fica na Vila Estrutural, próxima à Cidade do Automóvel, em área de 80 mil m².

Equipamentos

O empreendimento envolve também a compra de equipamentos, materiais de operação, assessoria técnica e capacitação de catadores, em um total de R$ 53 milhões, sendo que R$ 21 milhões foram destinados às obras físicas.

 

“A infraestrutura será fundamental para a gestão integrada de resíduos sólidos e o reaproveitamento dos materiais recicláveis no DF, gerando benefícios sociais, ambientais e econômicos, garantindo a destinação correta dos materiais recicláveis, reinserindo-os na cadeia produtiva, minimizando as demandas por matérias-primas e reduzindo os impactos ambientais da produção”, explica o coordenador de Implementação da Política de Resíduos Sólidos da Sema, Glauco Amorim.

 

Coleta Seletiva

Os dois centros de triagem, com a metragem de 2,8 mil m2 cada, serão destinados ao adequado tratamento da parcela seca dos resíduos da coleta seletiva do DF.

 

A Central de Comercialização de Materiais Recicláveis receberá o material pré-selecionado para beneficiamento dos materiais advindos tanto dos CTRs quanto das demais cooperativas de catadores do DF pertencentes à rede Centcoop-DF, a Central das Cooperativas de Materiais Recicláveis do Distrito Federal.

 


 

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria do Meio Ambiente