Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/04/19 às 9h08 - Atualizado em 22/04/19 às 17h23

Parque do Lago do Cortado é devolvido à população de Taguatinga

COMPARTILHAR

Revitalizado, o Parque Lago do Cortado está de portas abertas para a população de Taguatinga. Agora, à sombra das árvores do Cerrado, ao som dos passarinhos nativos e com o frescor da umidade da nascente do córrego, adultos, crianças e idosos podem aproveitar a reserva ecológica no meio da malha urbana de uma das maiores Regiões Administrativas do Distrito Federal.

 

A reinauguração, no aniversário de 59 anos de Brasília, é um presente para a comunidade. Até o fim da gestão, 17 parques devem ser abertos e os 18 existentes, recuperados.

 

A cerimônia de entrega do Parque Lago do Cortado ocorreu neste domingo (21/04), com a participação do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, ao lado do secretário do Meio Ambiente do DF, Sarney Filho, e do presidente do Instituto Brasília Ambiental (Ibram), Edson Duarte.

 

“Brasília é conhecida como cidade verde. Muitas pessoas têm seu ponto de lazer, descanso e encontro nos parques da cidade”, declarou Sarney Filho. O secretário do Meio Ambiente acrescentou que, por determinação do governador, está em curso a revitalização dos parques do DF. “Este já é o quarto entregue. Também vamos implementar outros 17 pelo DF até o fim do governo”, explicou Sarney Filho.

 

À população, o recado é de preservação. “Espaços como esse são privilegiados e mantêm fragmentos da fauna e da flora tão importantes do Cerrado. Vamos usar e cuidar”, afirmou Sarney Filho. O secretário disse, ainda, que a comunidade será fundamental para a manutenção desses espaços. “O brasiliense tem uma relação muito estreita com a natureza”, observou.

 

O Parque

 

Com uma área de 56,35 hectares, equivalente a 78 campos de futebol, o Parque Lago do Cortado recebeu obras de infraestrutura e projetos para garantir mais segurança e conforto aos frequentadores. Ali, há atributos naturais como quedas d’água e nascentes, incrementadas por 15 construções, que incluem trilha, parque infantil, vista panorâmica, coopervia, chuveiros, quadra poliesportiva, deck, banheiros e sede administrativa.

 

Tudo isso custou R$ 2,5 milhões pagos pelo Grupo Paulo Octávio, pela compensação ambiental da construção do JK Shopping, também em Taguatinga, e reformado por uma força-tarefa que fez parte do programa SOS DF, do Governo do Distrito Federal. Agora, o parque é aberto ao público das 6h às 18h, todos os dias, com entrada gratuita.

 

“O parque já existia, mas estava abandonado e não servia à comunidade. Com a parceira feita com o grupo Paulo Octávio temos a oportunidade de dar acesso aos moradores e trazer mais melhorias. A intenção é que esse seja o primeiro passo para que realmente essa área seja integrada à comunidade, que deve cuidar com muito carinho”, disse o governador Ibaneis Rocha. De acordo com ele, a integração entre meio ambiente e sociedade é um dos pontos prioritários do GDF: “Quando falo em democratizar com responsabilidade é fazer com que todos tenham acesso, mas que todos tenham a responsabilidade por cuidar das nossas águas, das nossas áreas e dos nossos parques”.

 

Para conservação do espaço revitalizado, o chefe do Executivo apontou que já foi editado um decreto para que as pessoas possam adotar praças, parques, monumentos públicos e facilitar a participação da sociedade civil organizada e do empresariado. Além disso, a gestão está preparada para arcar. “Temos condições e o orçamento para manter todos os parques funcionando e com boa qualidade, mas vamos buscar parcerias. A responsabilidade não pode ser só do governo, que deve ser o ‘caixa de todos’, administrando o que cada um de nós paga com impostos”, disse.

 

Integração

 

O presidente do Instituto Brasília Ambiental (Ibram), Edson Duarte, valorizou a integração com a iniciativa privada, a população e várias pastas do GDF. “Aqui as pessoas vêm caminhar, fazer exercícios, trazer a família, mas, também, ter contato com a natureza. Esses equipamentos trazem a possibilidade de a comunidade usar bem esse parque”, celebrou.

 

A primeira-dama Mayara Noronha tem relação pessoal com o parque, já que cresceu em Taguatinga. Em breve fala durante a solenidade, ela valorizou a reabertura do local. “Por vezes passei aqui na frente, via o parque, mas não tinha esse entusiasmo. Quero desejar a todos os moradores muitas felicidades e realizações”, afirmou.

 

População agradecida

 

Crianças correndo de um lado para o outro, ciclistas e pedestres cruzando as trilhas, pais passeando com carrinho de bebê, câmeras registrando a queda d´água. O dia da reinauguração do Parque Lago do Cortado também foi de reconhecimento da área que volta a ser posse da população.

 

“Tem a ver com qualidade de vida. É uma opção de lazer para quem mora por aqui. A estrutura ficou muito boa, tudo muito bem higienizado, uma arquitetura legal. Ficou muito bacana e, com certeza, é uma possibilidade para vir com a família”, comemora o fonoaudiólogo Raphael Pereira, 32 anos. Ele aproveitou a manhã ensolarada deste domingo (21) para passear com a esposa, Cecília Marinho, servidora pública de 30 anos, e o pequeno Aquiles, de oito meses de vida.

 

O casal Ariane Brito e Aguinel Gobe, de 31 e 32 anos, vão virar frequentadores assíduos do local. Eles são vizinhos do parque há cinco meses e nunca tinham passado por lá. A insegurança e o abandono davam o tom do distanciamento. “Agora tem tudo para melhorar, para ficar movimentado, aproximar as pessoas que moram por aqui. Ficou bem atrativo para trazer os filhos”, disse o bancário.

 

À espera de Arthur, a administradora Ariane se preocupa com a conservação. “Tem muita gente que não tem muita noção, então é preciso reforçar que a comunidade precisa respeitar a natureza porque aqui é para todo mundo.”

 

Mutirão por Taguatinga

 

Na solenidade de reinauguração do Parque Lago do Cortado, a administradora Regional de Taguatinga Karolyne Guimarães anunciou a criação de um programa destinado à comunidade local, com ações relacionadas à sustentabilidade com a população e as escolas. O Programa Ação Escola e Comunidade, Formação para a Cidadania e a Sustentabilidade levará mutirões e gincanas ao local para coleta de resíduos sólidos. O chamado “Lixo Nosso de Cada Dia”, passará por Taguatinga Sul, Taguatinga Norte, M Norte, e QNL e QNJ.

 

“Taguatinga está suja e precisamos quebrar o paradigma. A comunidade também tem que fazer parte do Estado e lutar por melhorias. Vamos fazer gincana com diversos órgãos – Polícia Militar, DF Legal, Secretaria de Educação – por limpeza na cidade. Contamos com o apoio da comunidade”, falou. Karolyne Guimarães valorizou as ações do governo à cidade. Ela agradeceu os esforços das operações tapa-buraco: “Conseguimos pegar 40 toneladas de massa asfáltica, enquanto antes tínhamos dez. Nunca se tampou mais buraco senão no governo Ibaneis Rocha”, garantiu.

 

Homenagem

 

O governador foi homenageado pelo Grupo Escoteiro Taguatinga e recebeu um lenço utilizado pelo grupamento. Prontamente, o chefe do Executivo colocou o objeto no pescoço e o manteve durante toda a solenidade, finalizada com o plantio de uma muda de Ipê Amarelo no local.

 

Secretaria de Estado do Meio Ambiente,

com informações de Jéssica Antunes, da Agência Brasília