Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/02/18 às 19h35 - Atualizado em 30/10/18 às 11h04

Plataforma de controle de origem dos produtos florestais será lançada no DF

COMPARTILHAR

Nessa quinta-feira (15), a Secretaria de Meio Ambiente (SEMA/DF), o Instituto Brasília Ambiental (IBRAM) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) reuniram-se para debater a implantação no Distrito Federal do Sistema Nacional de Controle da Origem dos Produtos Florestais (Sinaflor).

 

O Sinaflor é um sistema eletrônico que reunirá  informações sobre o processo de origem da madeira, do carvão e de outros produtos e subprodutos florestais.

 

“A informatização trará maior clareza, transparência e agilidade ao processo, além da construção de um banco de dados, que auxiliará o desenvolvimento de políticas públicas voltadas à área”, ressaltou o secretário de Meio Ambiente, Igor Tokarski.

 

O sistema possibilitará o rastreamento desde a autorização de exploração até o transporte, armazenamento, industrialização e exportação dos produtos, garantindo o controle da cadeia produtiva. A plataforma também agiliza a certificação dos Planos de Manejo Florestal Sustentável, dando maior segurança à transferência de créditos de madeira ao sistema do Documento de Origem Florestal (DOF).

 

Todas as informações serão integradas à base do Cadastro Ambiental Rural (CAR), para um acompanhamento real do desmatamento no país. Segundo o coordenador geral de Flora e Floresta do Ibama, André Sócrates, a meta é que até o dia 2 de maio todos os estados e o Distrito Federal já estejam operando a ferramenta.