Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/03/19 às 12h32 - Atualizado em 1/03/19 às 12h41

SEMA capacita produtores rurais em Sistemas Agroflorestais

COMPARTILHAR

 
 

A Secretaria de Meio Ambiente (SEMA) iniciou, nesta quinta-feira (28), o processo de capacitação na implantação de Sistemas Agroflorestais (SAFs mecanizados) de produtores rurais que vivem nas regiões das bacias do Descoberto e do Paranoá, principais áreas de recarga dos mananciais de abastecimento de água do Distrito Federal. A ação, realizada no sítio Semente, no Lago Oeste (Rua 23, Lago Oeste), está inserida no Projeto GEF Cidades Sustentáveis (Promovendo Cidades Sustentáveis no Brasil por meio do Planejamento Urbano Integrado e de Investimentos em Tecnologias Inovadoras).

 

“Queremos expandir o uso dos SAF’s, com a utilização de tecnologias que conjuguem o incremento da renda do produtor com a manutenção essencial da produção de água para o abastecimento das populações urbanas do DF. O sistema permite ao agricultor ter colheitas variadas por todo o ano, proteger o solo e preservar e auxiliar na produção de água com retorno econômico”, explica a coordenadora do Projeto GEF Cidades Sustentáveis, Nazaré Soares.

 

Os SAF’s se destacam no desenvolvimento agrícola porque conciliam floresta e agricultura, com a manutenção de produção e a recuperação de áreas degradadas, e permitem a recuperação da fertilidade do solo. Idealizado para o uso intensivo da mão de obra familiar, os sistemas agroflorestais são mais saudáveis e elevam a comercialização, já que a regularidade das colheitas se sucede por todo o ano. A monocultura permite apenas uma colheita por ano, depende das chuvas e do combate às pragas e doenças, de forma artificial e tóxica.

 

 

Módulos
 
A capacitação ocorrerá em quatro módulos. Além da etapa de iniciação, no sítio Semente, Lago Oeste, nesta quinta-feira (28), serão realizados módulos com atividades práticas, com o início do plantio mecanizado, nos dias 11 e 12 de fevereiro, no sítio Pinheiro, Córrego Capão da Onça, no Alto Descoberto, e mais duas etapas de aprofundamento de conceitos, técnicas e prática, no segundo semestre, em local a ser definido.
 
Para escolha das propriedades e apoio para os trabalhos de campo, com fornecimento de trator e mudas, foi firmado um Acordo de Cooperação Técnica da SEMA com a Secretaria de Agricultura, a Emater e a Administração do Lago Norte.