Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
8/03/19 às 15h01 - Atualizado em 8/03/19 às 15h44

SEMA e ONG’s atuarão em defesa dos animais

COMPARTILHAR

 

 

O secretário de Meio Ambiente, José Sarney Filho, se comprometeu a apoiar as Organizações Não Governamentais (ONG’s) locais ligadas a proteção animal na interlocução com o GDF, e em especial junto à Casa Civil, para atender às reivindicações do setor. A demanda foi apresentada por representantes de diversas entidades, durante reunião nesta quinta-feira (07), na SEMA. O grupo solicitou, também, a continuidade das atividades do Comitê Interinstitucional da Política Distrital para Animais (CIPDA), que atua na formulação de políticas públicas.

 

Sarney Filho concordou que o CIPDA é o fórum adequado para a discussão das questões relacionadas aos animais do DF. “Não se faz qualquer trabalho na área de meio ambiente e de defesa dos animais sem a atuação ativa da sociedade civil”, sentenciou Sarney Filho.

 

O secretário recebeu o apoio do movimento para pedir aos deputados distritais parceiros que destinem emendas na Câmara Legislativa do DF para projetos de defesa dos animais. Duas demandas urgentes para o DF, de acordo com os representantes das ONG’s, são a ampliação do hospital veterinário público do Parque do Cortado – HVEP e do serviço de castração de animais domésticos.

 

Ex-ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho coordenou, também, a Frente Parlamentar Ambientalista que, durante sua gestão, conseguiu a proibição do uso de animais em pesquisas da indústria de cosméticos. O secretário coordenou, também, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) de Tráfico de Plantas e Animais Silvestres na Câmara dos Deputados. “Foi com a CPI que conseguimos o endurecimento da legislação no Brasil”, destacou.

 

Fotos: ASCOM SEMA

 

Demandas

 

O problema de animais abandonados e de canis clandestinos no DF é muito grave, segundo a  presidente da Confederação Brasileira de Proteção Animal, Carolina Mourão. “A sociedade não consegue acolher todos os animais que são abandonados pelas ruas”, argumenta Carolina.

 

A reunião teve a participação de representantes da Proanima, Projeto Adoção São Francisco, Abrigo Flora e Fauna e Confederação Brasileira de Proteção Animal e IBRAM.

 

Secretaria de Meio Ambiente

Assessoria de Comunicação Social

(61) 99360-1385