Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/06/19 às 11h14 - Atualizado em 4/06/19 às 12h26

Obras da central de comercialização de materiais recicláveis já estão concluidas

COMPARTILHAR

A SEMA está executando o Contrato de Concessão de Colaboração Financeira Nº 13.2.0402.1 firmado entre o Governo do Distrito Federal – GDF e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES para construção de dois Centrais de Triagem e Reciclagem (CTR) e 01 Centro de Comercialização de Materiais Recicláveis (CC).

 

As obras da Central de Comercialização (CC) foram concluídas. A CC receberá todo o material pré-selecionado para beneficiamento dos materiais advindos tanto dos CTR’s, quanto das demais cooperativas de catadores do DF pertencentes à rede CENTCOOP (Central de Cooperativas de Materiais Recicláveis do DF).

 

Central de Comercialização de Materiais Recicláveis (CC)

 

Os dois CRT, com a metragem de 2.825,60 m² cada, serão destinados ao adequado tratamento da parcela seca dos resíduos provenientes da coleta seletiva do DF, maximizando o retorno de diversos resíduos passíveis de reciclagem à cadeia produtiva da reciclagem do DF e do país.

 

Centro de Triagem e Reciclagem nº 1

 

As obras do CTRs estão em andamento (CTR 1 com 95% e CTR 2 com 56% das obras realizadas), com previsão de conclusão em setembro/2019.

 

Centro de Triagem e Reciclagem nº 2

 

 

Estima-se até 750 postos de trabalho para os catadores de materiais recicláveis, significando robusta inclusão socioprodutiva dos catadores de forma profissional no processo de gestão de resíduos sólidos do DF.

 

Nesta segunda-feira, 3 de junho, a SEMA por meio da Comissão de Acompanhamento e Fiscalização do Convênio 02/2016 SEMA/NOVACAP/CENTCOOP destinado a custear a construção de 02 (dois) CTR e 01 CC acompanhou o primeiro teste de funcionamento das esteiras elevatória e horizontal do CTR 1.

 

Teste das esteiras elevatória e horizontal do CTR nº1

 

 

A Coordenação de Implementação de Políticas de Resíduos Sólidos da SEMA destacou que a conclusão da obra dos CTR e da CC coaduna ao planejamento e gestão do GDF que buscam atingir os objetivos do Plano Distrital de Saneamento Básico do DF.

 

Os CTRs e o CC são componentes fundamentais para a gestão integrada de resíduos sólidos, mais precisamente, o reaproveitamento dos materiais recicláveis no DF, gerando benefícios sociais, ambientais e econômicos, que são premissas do desenvolvimento sustentável.

 

O Coordenador de Implementação de Políticas de Resíduos Sólidos da SEMA, Glauco Amorim, enfatizou que a correta destinação dos materiais recicláveis, reinserindo-os na cadeia produtiva no Brasil, minimiza as demandas por matérias primas virgens e reduz impactos ambientais de produção, representando economia aproximada de 10 bilhões de reais por ano (conforme IPEA, 2011). Além de contribuir para a composição da renda familiar dos catadores de materiais recicláveis e o aumento da vida útil do Aterro Sanitário de Brasília (ASB).

 

O Subsecretário de Gestão das Águas e Resíduos Sólidos da SEMA, Jair Tannús, reafirmou o compromisso da secretaria no processo de participação e implementação da Política Distrital de Resíduos Sólidos, destacando que os catadores atuam como verdadeiros agentes ambientais e serão incluídos de forma efetiva nas Centrais de Triagem e Reciclagem e Central de Comercialização de Materiais Recicláveis.

 

Subsecretaria de Gestão das Águas e Resíduos Sólidos
Secretaria de Estado do Meio Ambiente