Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/10/19 às 18h07 - Atualizado em 1/10/19 às 18h09

Sema, IICA e Secretaria da Juventude vão investir em projeto de hortas urbanas

COMPARTILHAR

 

 

O investimento em hortas urbanas no Distrito Federal foi tema de conversa entre o secretário de Meio Ambiente, Sarney Filho, e o representante no Brasil, Hernán Chiriboga e o coordenador da Área de Agricultura, Gestão Sustentável dos Recursos Naturais e Adaptação às Mudanças Climáticas, Gertjan Beekman, ambos do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA). O encontro ocorreu na tarde desta terça-feira, (01/10), em Brasília.

 

De acordo com Sarney Filho, alguns desafios devem ser superados para que as hortas urbanas se transformem em objeto de políticas públicas, como a concessão do espaço e a fonte de água para irrigação.

A proposta é que equipes dos dois órgãos se reúnam para realizar uma oficina de trabalho em que vão delimitar o escopo das ações e alinhar o plano de trabalho. Em seguida será formalizado por meio de um Acordo de Cooperação Técnica (ACT).

 

Para Sarney Filho o ideal é que seja realizada uma experiência-piloto que agregue conhecimentos já consolidados pela Sema e tenha a capacidade de explorar a vocação natural de Brasília para hortas plantadas e cuidadas pelos próprios moradores. As intervenções devem ser replicadas na Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride), com a parceria de outros órgãos do GDF, que serão convidados a participar.

 

Hernán Chiriboga explicou que o próprio IICA mantém uma horta em sua sede. O instituto também vem atuando no DF em projetos de produção de adubo orgânico e de aplicação de tecnologia na assistência técnica por meio de parceria com a Microsoft. A proposta é que os agricultores tirem dúvidas por meio de um aplicativo e,  caso não encontrem resposta, busquem ajuda presencial.

 

JUVENTUDE

 

 

 

A Secretaria de Juventude também foi convidada para participar do projeto de hortas urbanas. O titular da pasta, Léo Bijos, visitou o secretário da Sema no intuito de criar sinergia entre ações das duas pastas. “Meio ambiente tem tudo a ver com juventude”, afirmou Sarney Filho.

 

Léo Bijos demonstrou sua preocupação em fomentar políticas públicas para reter o jovem no Distrito Federal com opções que não estejam ligadas aos concursos públicos. “Temos que pensar em diversificar as fontes de desenvolvimento econômico e não apenas de crescimento”, disse.

 

Bijos solicitou o apoio da Sema em projetos de reciclagem de vidro, criação de uma estratégia de atuação de jovens universitários no próprio DF, aos moldes do Projeto Rondon, e para a adaptação do Plano Nacional de Juventude e Meio Ambiente, instituído pela Portaria Interministerial nº 390, de 18 de novembro de 2015, à realidade do Distrito Federal.

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria do Meio Ambiente