Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/09/17 às 14h01 - Atualizado em 30/10/18 às 11h12

Sema lança editais de credenciamento para dois conselhos consultivos

COMPARTILHAR

Notícias

Representantes da sociedade civil podem se candidatar para integrarem conselhos da Área de Preservação Ambiental (APA) Gama Cabeça de Veado e da Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE) Parque Juscelino Kubitschek

(Brasília, 5/9/2017) – A Secretaria do Meio Ambiente (Sema-DF) está lançando editais de credenciamento para dois conselhos consultivos, sendo um da Área de Preservação Ambiental (APA) Gama Cabeça de Veado e outro da Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE) Parque Juscelino Kubitschek. Os editais com os formulários e os anexos foram publicados no site da Sema-DF. Clique aqui para acessar.

Podem se candidatar organizações da sociedade civil, incluindo representantes do setor produtivo, de instituições de ensino superior e de pesquisa, de organizações não governamentais socioambientalistas e de entidades da área cultural. São 14 vagas em cada conselho e o mandato é de dois anos. O endereço para envio do formulário e dos anexos é o uebc.susec.semadf@gmail.com

O conselho da APA Gama Cabeça de Veado busca:

– Elaborar e propor ao Instituto Brasília Ambiental (Ibram) a aprovação do regimento interno do conselho;

– Definir a agenda anual de reuniões ordinárias;

– Apoiar a atualização e implementação do plano de manejo da APA das bacias Gama e Cabeça de Veado, garantindo seu caráter participativo;

– Buscar a integração da unidade com os instrumentos de gestão do território;

– Debater os interesses dos diversos segmentos sociais existentes em seu interior, respeitados os objetivos da unidade;

– Opinar sobre propostas de organizações públicas ou privadas que queiram desenvolver, no interior da unidade de conservação, atividades de educação ambiental, ecoturismo, agroecologia, pesquisa científica, ou outras equivalentes que necessitem da aprovação ou apoio institucional do Ibram;

– Manifestar-se sobre obra ou atividade potencialmente causadora de impacto na unidade de conservação, independente da sua localização, como subsídio à decisão do órgão gestor;

– Apoiar o Ibram no processo de informação e mobilização com as populações residentes, do entorno e os usuários acerca das regras de uso e de proteção da unidade de conservação da natureza, inclusive com programas de educação ambiental destinados a esse fim;

– Apoiar o Ibram nos processos de adequação das atuais atividades socioeconômicas existentes na área às diretrizes do seu plano de manejo.

O conselho da Árie JK busca:

– Elaborar e propor ao Ibram a aprovação do seu regimento interno;

– Definir a agenda anual das reuniões ordinárias;

– Apoiar a implementação do plano de manejo, bem como opinar sobre propostas para sua revisão;

– Opinar sobre propostas  de organizações públicas ou privadas que queiram desenvolver, no interior da unidade de conservação, atividades de educação ambiental, ecoturismo, agroecologia, pesquisa científica ou outra afim, que necessite da aprovação ou apoio institucional do Ibram;

– Manifestar-se sobre obra ou atividade potencialmente causadora de significativo impacto ambiental na unidade de conservação ou em sua zona de amortecimento, como subsídio à decisão do órgão gestor;

– Apoiar o Ibram no processo de informação com as populações residentes, do entorno e os usuários sobre as regras de uso e de proteção da unidade de conservação da natureza, inclusive com programas de educação ambiental destinados a esse fim;

– Apoiar o Ibram nos processos de adequação das atuais atividades socioeconômicas existentes na área às diretrizes do seu plano de manejo.

Mais informações:

E-mail: comunicacaosema@gmail.com

Telefone: (61) 3214 – 5611