Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/06/19 às 18h23 - Atualizado em 17/06/19 às 16h49

Sema reforça coleta seletiva solidária

COMPARTILHAR

 

A Secretaria do Meio Ambiente (SEMA) está empenhada em fortalecer a Coleta Seletiva Solidária (CSS) no âmbito do GDF a partir de cursos de capacitação voltados a servidores. Na semana passada, servidores das Secretarias de Estado de Desenvolvimento Econômico (SDE), Desenvolvimento da Região Metropolitana do Distrito Federal (SEDRM) e de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), assistiram a palestras sobre como dar destinação correta aos resíduos sólidos gerados no ambiente de trabalho. A SEMA é responsável pela coordenação geral de mobilização, sensibilização e orientação para a coleta seletiva, além de estimular a implantação da Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P), seu monitoramento e a avaliação das atividades. A secretaria coordena, também, o Sistema de Gestão de Coleta Seletiva Solidária (E-Coleta), lançado no ano passado para monitorar a coleta de todos os órgãos, facilitando a análise da gestão dos resíduos na administração pública do DF.

 

“As capacitações oferecidas pela SEMA são de extrema importância para nivelar os conhecimentos a respeito da gestão de resíduos sólidos no DF”, afirma o subsecretário de Gestão das Águas e Resíduos Sólidos, Jair Tannús. Ele explica que como há cerca de 180 mil servidores no GDF, o volume de material gerado nos órgãos, diariamente, é expressivo. “E faz diferença na geração de renda dos catadores que o recebem”, completa. A ação contribui com a ampliação da vida útil do Aterro Sanitário de Brasília.

 

O SLU é o titular do manejo de resíduos sólidos do DF e responsável por dar encaminhamento do material reciclável produzido pelos órgãos para as Instalações de Recuperações de Resíduo que serão triados pelos catadores de materiais recicláveis. Segundo Amanda Meireles, assessora da Subsecretaria, em 2018, “a SEMA chegou a 93% dos órgãos do GDF. Mas com a nova administração, houve a necessidade de retomar o trabalho para chegar a servidores que começaram a atuar agora. Também estamos incentivando a criação das novas Comissões Gestoras da CSS em cada órgão”.

 

Nas visitas são abordados temas como desenvolvimento sustentável e consumo consciente. “Enfatizamos aos servidores a importância da mudança de hábitos e a gestão adequada de resíduos não somente nos órgãos em que atuam como em suas casas”, diz.

 

CULTURA INSTITUCIONAL – A Coleta Seletiva Solidária busca a construção de uma cultura institucional para um novo modelo de gestão de resíduos e uso racional dos recursos no âmbito da Administração Pública direta e indireta, de acordo com o que preconiza a Lei distrital n° 4.792/2012 que institui a Coleta Seletiva Solidária no âmbito dos órgãos públicos do Governo do Distrito Federal, regulamentada pelo Decreto n° 38.246/2017.

 

Para solicitar que a Secretaria do Meio Ambiente vá até seu órgão, envie e-mail para: coletaseletivagdf@gmail.com

 

Palestrante: Amanda Meireles

Assessora Técnica da Subsecretaria de Gestão das Águas e Resíduos Sólidos