Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/01/18 às 15h27 - Atualizado em 30/10/18 às 11h07

Seminário Águas pela Paz abre programação de 2018 para o 8º Fórum Mundial da Água

COMPARTILHAR

O Distrito Federal irá protagonizar nos dias 11 e 12 de janeiro a criação de uma aliança global pela conservação e uso consciente da água no planeta.

 

Brasília (10/1/2018) – O II Seminário Internacional Água e Transdisciplinaridade – Águas pela Paz tem o objetivo de promover a discussão a respeito da sustentabilidade na relação com a água do planeta.  Acontecerá no Museu da República, a partir das 14h30 desta quinta-feira (11).

 

O secretário do Meio Ambiente, Igor Tokarski, considera a realização do seminário Águas pela Paz fundamental para a preparação do 8º Fórum Mundial da Água. “O seminário aprofundará o debate e promoverá a reflexão sobre a necessidade do dialogo, da cooperação e da paz entre os diversos interesses e usuários de água”.

 

O evento é preparatório para o 8º Fórum Mundial da Água, a ser realizado pela primeira vez no Hemisfério Sul, de 18 a 23 de março de 2018, na Capital Federal. O Governo de Brasília por meio da Secretaria do Meio Ambiente do Distrito Federal (Sema) é um dos realizadores do seminário juntamente com o Movimento Awaken Love, Centro Internacional de Água e Transdiciplinaridade – CIRAT, Universidade da Paz – UNIPAZ, Instituto Espinhaço e Universidade de Brasília – UnB.

 

O secretário adjunto da Sema, Felipe Augusto Ferreira, representará o secretário do Meio Ambiente, Igor Tokarski na abertura. Ferreira ressalta a importância do seminário diante da relevância do tema da água. “Num contexto de diminuição da disponibilidade hídrica, criar formas práticas para o compartilhamento, o diálogo e a cooperação é a melhor forma a seguir”, avalia.

 

A subsecretária de Planejamento Ambiental e Monitoramento da Sema, Maria Sílvia Rossi, participará do painel temático sobre “Água, Gestão de Territórios e Mediação de Conflitos”. O objetivo do debate é criar um espaço de reflexão dentro de uma cultura de integração de interesses em torno da água, como forma de resolução não violenta dos conflitos, fortalecendo a cultura de paz.

 

Os painéis temáticos reunirão palestrantes de áreas diversas para abordar temas como o saber das tradições na relação com a água, o papel das plataformas internacionais na articulação de atores locais, a função da pesquisa transdisciplinar no avanço do conhecimento, bem como o papel da educação e da cultura neste contexto. A transdisciplinaridade, em sua relação com a água, também será explorada por meio de oficinas, práticas corporais e musicais. Os debates serão abertos para a participação do público.

 

O corpo técnico do evento contará com Beverly Rubik, Ph.D. em Biofísica pela Universidade da Califórnia, Henk Van Schaik, embaixador de Água e Patrimônio do ICOMOS-Holanda, Anivaldo Miranda, presidente do Comitê de Bacia do Rio São Francisco, Harry Jabs, cientista e engenheiro do Institute for Frontier Science de Oakland entre outros nomes. No grupo de ativistas estão Oscar Rivas, ex-ministro de meio ambiente do Paraguai e fundador da ONG Sobrevivência; Moema Libera Viezzer, socióloga e consultora especializada em relações de gênero e meio ambiente; e Álvaro Tukano, liderança indígena e diretor do Memorial dos Povos Indígenas.

O seminário contará também com o líder humanitário, Sri Prem Baba, que ministrará a palestra magna; monge Sato, residente do templo Shin Budista; Babalorixá Ogun Tòórikpe, fundador da comunidade religiosa Ilé Asé Opo Osogunlade; Dom Leonardo Steiner, secretário-geral da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil.

 

O evento é uma parceria com a UNESCO no Brasil e tem o patrocínio da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), da Agência Nacional de Águas (ANA), da Fibra e de Furnas. Entre os apoiadores estão Ministério do Meio Ambiente, ONU Meio Ambiente, Frente Parlamentar Ambientalista da Câmara Legislativa do Distrito Federal, Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social do Distrito Federal, Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Programa Brasília Cidadã, Projeto Embaixada da Paz, Museu Nacional da República, Secretaria de Cultura do Governo do Distrito Federal, Secretaria Adjunta de Relações Institucionais e Sociais, Secretaria da Casa Civil, Relações Institucionais e Sociais, ambas do GDF — e TV Brasil.

 

Ao final do encontro, o documento “Carta Águas pela Paz”, será apresentado como contribuição ao 8º Fórum Mundial da Água e ao Fórum Alternativo Mundial da Água (FAMA 2018), que acontecerá de 17 a 22 de março.

 

As inscrições estão encerradas. Confira a programação completa.

 

Águas pela Paz – II Seminário Internacional Água e Transdiciplinaridade

Data: 11 e 12 de janeiro de 2018

Horário: 14h30

Local: Museu Nacional da República (Setor Cultural Sul – Lote 2, Brasília-DF)

Informações: info@aguaspelapaz.eco.br

Entrada Franca