Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/08/21 às 17h33 - Atualizado em 2/08/21 às 19h33

SEMA participa da 1ª Jornada Sustentável Guará

COMPARTILHAR

 

Vinte jovens irão participar de um curso na Horta Comunitária do Guará, com aulas teóricas e práticas sobre como começar e fazer prosperar uma horta comunitária, com destaque para a reciclagem de resíduos urbanos que podem servir de fonte de nutrientes para as plantas cultivadas. O treinamento faz parte da 1ª Jornada Sustentável Guará, que está oferecendo um treinamento completo para a comunidade.

 

A Sema esteve presente na abertura do evento realizado por um grupo de entidades, com o apoio da Administração do Guará. “Temos apoiado esta política desde seu início, por entender que faz parte das importantes estratégias desenvolvidas em várias partes do mundo para tornar as cidades mais resilientes e sustentáveis”, afirmou o representante da secretaria no evento, Leonel Generoso.

 

O curso foi incluído na programação do Projeto Composta Guará, que pretende estimular a população daquela cidade a aproveitar melhor seus resíduos orgânicos domésticos. Além disso, contemplará palestras sobre empreendedorismo e reflexões gerais sobre o meio ambiente e sustentabilidade.

 

Legislação

 

O Distrito Federal promulgou, em 24 de fevereiro de 2012, a Lei nº 4.772, que dispõe sobre as diretrizes de apoio à agricultura urbana e periurbana no Distrito Federal. Esta Lei foi regulamentada pelo Decreto nº 39.314, de 29/08/2018 que criou o Grupo Executivo da Política de Agricultura Urbana e Periurbana – PAUP, com a atribuição, entre outras, de elaborar o Plano Distrital de Agricultura Urbana e Periurbana. A Sema é membro titular do grupo, que está iniciando seus trabalhos.

 

“A agricultura urbana e periurbana já tem um histórico de desenvolvimento no Distrito Federal, reforçada por iniciativas da própria sociedade civil, que impulsionou a criação desta política avançada em seus propósitos e objetivos. Já existem hortas urbanas no plano piloto e em algumas regiões administrativas, como as hortas comunitárias do Guará e São Sebastião”, afirma Leonel.

 

Ele destacou que essas iniciativas têm sido de grande importância para o DF, em especial durante a pandemia, representando um reforço à manutenção da segurança alimentar da população.

 

 

Exemplo

 

A Horta Comunitária do Guará é uma das mais organizadas do Distrito Federal e conta com o apoio da administração regional e da Emater para o seu desenvolvimento. Organizou, no terreno do Centro de Saúde da QE 38, além de uma bela horta comunitária que vem prosperando desde 2017, com abastecimento estável de água, uma estrutura para treinamento e capacitação da comunidade interessada, na faixa de 18 a 30 anos, inclusive com aulas de educação ambiental que trazem um conhecimento geral sobre a importância do meio ambiente daquela cidade e do DF como um todo.

 

Nesse sentido, um grupo de entidades, além dos coordenadores da horta e da Administração Regional, incluindo o Instituto Arapoti, o Sebrae, a Prospera DF e ABC Comunicação & Eventos,y organizaram a 1ª Jornada Sustentável Guará, oferecendo um treinamento completo para a comunidade interessada, no período de 02 a 14/08.

 

Na cerimônia de abertura, estiveram presentes, além dos organizadores, os parlamentares, deputados Rodrigo Delmasso e Reginaldo Sardinha e representantes do Brasília Ambiental, da Emater e Sebrae.

 

Assessoria de Comunicação
Secretaria do Meio Ambiente