Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/04/19 às 11h43 - Atualizado em 17/04/19 às 10h52

Coleta Seletiva

COMPARTILHAR

A Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS (Lei n°12.305/2010) instituiu como princípio a responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos como um conjunto de ações individualizadas e encadeadas de atribuições aos fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes, consumidores e titulares dos serviços públicos de limpeza urbana e de manejo dos resíduos sólidos para minimizar o volume de resíduos sólidos e rejeitos gerados, bem como para reduzir os impactos causados à saúde humana e à qualidade ambiental decorrentes do ciclo de vida dos produtos.

 

A Política Distrital de Resíduos Sólidos (Lei n° 5.418/2014) fomenta a reutilização, a reciclagem, a compostagem, a recuperação e o aproveitamento energético ou outras destinações admitidas pelos órgãos competentes, entre elas a disposição final, observadas as normas operacionais específicas de modo a evitar danos ou riscos à saúde pública e à segurança e a minimizar os impactos ambientais adversos.

 

Atualmente, nós moradores do Distrito Federal somos os brasileiros que mais produzem lixo por dia! Cada pessoa gera aproximadamente 1,6 kg de resíduos por dia. Até 2017 ainda éramos possuidores do maior lixão em funcionamento da América Latina, o 2º maior do mundo. Lá trabalhavam catadores de forma informal em meio ao lixo que produzimos e sujeitos a todos os tipos de riscos.

 

Em 20 de janeiro de 2018, o Lixão da Estrutural foi encerrado para o recebimento de lixo doméstico e desde 2017 temos um Aterro Sanitário em funcionamento em Samambaia com todas as exigências legais e ambientais sendo cumpridas.

 

Boa parte dos catadores que antes trabalhavam em cima do maciço de lixo, hoje está contratada trabalhando nas Instalações de Recuperação de Resíduos (IRR) ou na coleta dos nossos resíduos recicláveis.

 

Sem a nossa participação, os resíduos seguem todos misturados para o aterramento. Milhões de materiais recicláveis deixam de ser reciclados, os catadores perdem sua fonte de renda e o aterro sanitário terá sua capacidade esgotada em pouquíssimo tempo.

 

A Secretaria do Meio Ambiente vem atuando neste sentido, influenciando os órgãos da Administração Pública do Distrito Federal, Terceiro Setor, Iniciativa Privada e a Sociedade Civil.

Entre as ações desenvolvidas destaca-se a Virada do Cerrado que, em 2018, abordou o tema Resíduos Sólidos com enfoque na Coleta Seletiva; a Coleta Seletiva Solidária que sensibiliza e capacita servidores da administração pública direta e indireta a separar seus resíduos internamente e disponibilizar os recicláveis para organizações de catadores, oficinas de capacitação e sensibilização para a sociedade e acompanhamento de projetos para a construção de Instalações de Recuperação de Resíduos e Centro de Comercialização de materiais recicláveis!

 

 

Como realizar a separação do lixo para a coleta seletiva?

 

 

SEPARAR É MUITO FÁCIL!

Bastam apenas 2 lixeiras (ou sacos):

 

Recicláveis:

 

  • Papéis e papelão,
  • Plástico,
  • Embalagens longa vida,
  • Isopor e
  • Metais.

 

Orgânicos e Rejeitos:

 

  • Papéis sujos ou engordurados,
  • lixo de banheiro,
  • restos de alimentos e vegetais e
  • filtros de chá ou café.

 

Separe o lixo Reciclável do Orgânico e Rejeitos e gere:

 

  • Preservação do meio ambiente,
  • Vida útil do aterro sanitário,
  • Adubo,
  • Renda para milhares de catadores e
  • Produtos recicláveis.

 

Fazendo isso, os resíduos recicláveis são recolhidos por um caminhão e os orgânicos e rejeitos por outro. Os recicláveis seguem para as IRR, onde os catadores farão a seleção de cada tipo de material e a venda desses para a indústria de reciclagem. Os orgânicos seguirão para a compostagem e os rejeitos desse processo são encaminhados para o aterramento ambientalmente adequado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Verifique os dias de coleta seletiva (recicláveis) e da coleta convencional (orgânicos e rejeitos) em sua região e oriente seus familiares, vizinhos, e amigos para a separação adequada de resíduos!

 

 

Seja cidadão, faça sua parte e ajude a deixar Brasília cada dia mais limpa!

 

 

 

Para mais informações consulte o site do SLU: http://www.slu.df.gov.br/mapa-da-coleta-seletiva-em-sua-quadra/

Acesse aqui o Manual da Coleta Seletiva em Condomínios: Cartilha Coleta seletiva – Condomínios

Acesse aqui e baixe Mensagens Educativas e Informativas da Coleta Seletiva: Imagens Coleta Seletiva