Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/04/19 às 11h08 - Atualizado em 17/04/19 às 11h08

Projeto e Ações

COMPARTILHAR

Sistemas de Tratamento de Resíduos Sólidos

 

 

Em 2018 foram finalizados duas Instalações de Recuperação de Resíduos (IRR), um deles localizados na área da Usina de tratamento do SLU, situada em Ceilândia, e outro no SCIA.

 

A SEMA está executando o Contrato de Concessão de Colaboração Financeira Nº 13.2.0402.1 firmado entre o Governo do Distrito Federal – GDF e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES para construção de dois IRR e 01 Centro de Comercialização de Materiais Recicláveis.

 

As obras estão em andamento com 80% da obra executada, com previsão de conclusão em agosto/2019. Os Centros de Triagem e Comercialização poderão disponibilizar até 750 postos de trabalho para os catadores de materiais recicláveis.

 

Os dois centros de triagem, com a metragem de 2.825,60 m² cada, serão destinados ao adequado tratamento da parcela seca dos resíduos provenientes da coleta seletiva do DF, maximizando o retorno de diversos resíduos passíveis de reciclagem à cadeia produtiva da reciclagem do DF e do país.

 

Foto aérea da obra das Centrais de Triagem (ao fundo) e Comercialização (centro) de materiais recicláveis.

 

A Central de Comercialização de Materiais Recicláveis receberá todo o material pré-selecionado para beneficiamento dos materiais advindos tanto dos CTR’s, quanto das demais cooperativas de catadores do DF pertencentes à rede CENTCOOP (Central de Cooperativas de Materiais Recicláveis do DF).

 

Foto aérea da obra das Centrais de Triagem (a direita) e Comercialização (à direita) de materiais recicláveis.

 

As atividades a serem desenvolvidas nesses empreendimentos compreendem a recepção dos resíduos sólidos secos, triagem, classificação, prensagem, armazenamento e comercialização dos materiais recicláveis advindos da coleta seletiva do DF. O empreendimento receberá materiais recicláveis oriundos da coleta seletiva do Distrito Federal. Gerará aproximadamente 700 novos postos de trabalho, inclusão socioprodutiva de catadores de materiais recicláveis. Com capacidade de triagem de mais de 60 ton/dia, 1.800 ton/mês, 21.600 ton/ano.