Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/06/19 às 14h36 - Atualizado em 29/06/19 às 14h36

Boêmia do Sul encerra visita ao DF

COMPARTILHAR

Os secretários de Meio Ambiente, Sarney Filho, e da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (Seagri), Dilson Resende, encerraram, na manhã desta sexta-feira (28/06), em Brasília, a visita da delegação da Boêmia do Sul, na República Tcheca, ao Distrito Federal. O encontro faz parte da parceria regional no âmbito da Cooperação Internacional Urbana: Cidades e Regiões Sustentáveis e Inovadoras – Ação Regional da América Latina e Caribe (Programa IUC-LAC).

 

De acordo com Sarney Filho, o destaque dado pela delegação à gestão de bacias hidrográficas e da qualidade da água para consumo humano, e ao desenvolvimento de tecnologias para a produção de energia solar descentralizada mostram a sintonia entre as duas regiões. “É importante lembrar que, além de serem importantes localmente, essas questões vão ao encontro da necessidade global e premente de garantia da segurança hídrica e de combate às mudanças do clima”, afirmou.

 

De acordo com o chefe da delegação, Tomás Cilek, o grupo passou por uma semana intensa de atividades, em que conheceu experiências voltadas, principalmente, à agricultura, energia, hidroponia e criação de peixes, áreas nas quais, segundo ele, o interesse da Boêmia do Sul se concentrou.

 

“Lá temos como princípio pensar alto. Então, esperamos receber uma delegação numerosa para que possa conhecer também nossas experiências”, disse. A previsão é de que, em abril de 2020, uma delegação brasileira visite o país.

 

SEMELHANÇAS

O reitor da Universidade do Sul da Boêmia, Vladimir Zlabek, disse ter percebido que as duas regiões enfrentam problemas ambientais semelhantes. Mas que devido a diferenças no clima, nem todas as soluções que conheceram seriam reaplicáveis lá. “Mas esperamos que nossas universidades possam fazer intercâmbio entre seus alunos e pesquisadores para que possam identificar temas nos quais possam atuar juntos”, afirmou.

 

A embaixadora da República Tcheca, Sandra Land Linkensederová, disse ter ficado impressionada com o trabalho da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e os resultados que teve nos últimos anos na produção sustentável de alimentos. “Também gostei muito de ver aspectos da industrialização da agricultura e, por outro lado, as Comunidades que Sustentam a Agricultura (CSAs)”, afirmou.

 

Na segunda-feira, o vice-governador do DF, Paco Britto, e os secretários da Sema e da Seagri assinaram um memorando de entendimento internacional com a República Tcheca para troca de experiências tecnológicas voltadas à preservação do meio ambiente.

 

Secretaria de Meio Ambiente do Distrito Federal

Assessoria de Comunicação